Exposição Carimbos de José Cláudio no Mamam

30 agosto 2017 | Postado por Casinha da Cys

Estreia na quinta-feira, 30 de agosto, às 19h, no Museu de Arte Moderna Aloísio Magalhães (Mamam), equipamento cultural da Prefeitura do Recife, a exposição Carimbos, do pintor, desenhista, gravador, escultor, crítico de arte e escritor José Cláudio, um dos mais ilustres e produtivos representantes da arte pernambucana. Na ocasião, também será inaugurada a exposição Uma capa é uma capa é uma capa é uma capa, que comemora os dez anos do Pernambuco, suplemento literário do Diário Oficial do Estado, publicado pela Cepe Editora.
Com curadoria de Clarissa Diniz, Carimbos será realizada com recursos do Fundo Pernambucano de Incentivo à Cultura (Funcultura) e fica em cartaz até 29 de outubro, revelando uma faceta pouco conhecida da vigorosa e célebre obra de José Cláudio, resultado do encontro quase casual do artista com os carimbos. 
A descoberta se deu quando José Cláudio trabalhava como desenhista na Sudene (Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste) e, precisando fazer grandes mapas rurais de Pernambuco, desenvolveu carimbos feitos de borracha para facilitar a ocupação de manchas de plantações de cana ou coqueirais, por exemplo.
Estarão expostos quase 100 trabalhos realizados pelo artista entre 1968 e 1972, dessa fase mais experimental da trajetória de José Cláudio, quando ele articula gestualidade, musicalidade e artes gráficas e se integra ao movimento do poema/processo do final da década de 1960, tornando-se referência fundamental para a poesia visual brasileira. Além de trabalhos da coleção particular do artista, a exposição reúne obras de colecionadores privados, como Paulo Bruscky e José Luiz Passos
A série é peça importante na história da arte em Pernambuco, na esteira das ricas investigações que se dão especialmente entre os anos 1940 e 1970 na interface entre artistas, poetas e a indústria gráfica. Além de Pernambuco, contudo, os Carimbos de José Cláudio fizeram parte do intenso movimento do poema/processo, liderado por Wlademir Dias Pino e Álvaro de Sá, entre Rio de Janeiro, Natal, Recife, Cuiabá, Belo Horizonte e Salvador. Dentro desse contexto, circularam em publicações e livros de artista do período, tornando-se uma referência fundamental para os artistas da arte correio e do poema visual dos anos 1970.
Configurada como um espaço de experimentação da técnica do carimbo, com mesas e materiais para a investigação do público, a exposição contará também com atividades educativas, oficinas gratuitas para mediadores do Mamam e de outras instituições e vivências de mediação inclusiva e acessível. Também estão sendo confeccionadas reproduções táteis das obras para cegos e pessoas com baixa visibilidade. Estará disponível ainda agendamento de grupos para visitas guiadas com atendimento em libras e áudio-descrição.
O projeto contará ainda com uma publicação, a ser editada em parceria com a Companhia Editora de Pernambuco (Cepe), que conterá generosa documentação fotográfica da série e textos da curadora Clarissa Diniz, do artista José Cláudio e da pesquisadora Fernanda Porto.  A publicação será lançada na última semana da exposição, junto com debate aberto ao público.
Suplemento Pernambuco ­- No mesmo dia 30, o Mamam inaugura também a exposição Uma capa é uma capa é uma capa é uma capa, que comemora os dez anos do Pernambuco, suplemento literário do Diário Oficial do Estado, publicado pela Cepe Editora.
A mostra reúne 30 capas memoráveis da publicação, que conjuga, como poucas, design e conteúdo literário. Na mostra, cujo título parafraseia o famoso verso de Gertrude Stein, “uma rosa é uma rosa é uma rosa é uma rosa”, estão expostas capas assinadas por Fabio Seixo, Hallina Beltrão, Hélia Scheppa, Janio Santos, Jéssica Mangaba, Karina Freitas e Pedro Vasconcelos.

SERVIÇO
Exposição Carimbos, de José Cláudio
Abertura: Amanhã (30), a partir das 19h
Visitação: 31 de agosto a 29 de outubro, de terça a sexta, das 12h às 18h, e sábados e domingos, das 13h às 17h
Local: Museu de Arte Moderna Aloísio Magalhães – Mamam (Rua da Aurora, 265, Boa Vista)
Informações: (81) 3355-6871
Entrada gratuita
Exposição Uma capa é uma capa é uma capa é uma capa
Abertura: Amanhã (30), a partir das 19h
Visitação: 31 de agosto a 19 de novembro, de terça a sexta, das 12h às 18h, e sábados e domingos, das 13h às 17h
Local - Museu de Arte Moderna Aloísio Magalhães – Mamam (Rua da Aurora, 265, Boa Vista)
Informações: (81) 3355-6871.


Fonte: Prefeitura do Recife/Foto: Aurélio Velho/Divulgação
0 Comentários | Compartilhe este post | Marcadores:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
Colocamos sempre imagens para ilustrar nossas postagens, algumas imagens (fotos) são nossas, outras são dos locais que usamos como inspiração para nossos textos, mas que são creditados e há imagens também postadas aqui no blog de fontes diversas da Internet. Portanto, se alguma das imagens publicadas for de sua autoria e deseja que seja retirada ou que seja mencionada a fonte da imagem, entre em contato através do email: casinhacys@gmail.com, para que seja resolvida a questão da retirada da imagem ou publicado o nome do autor da imagem.
BLOG CASINHA DA CYS | TECNOLOGIA BLOGGER | COPYRIGHT (C) TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | DESIGN POR SUSAN SANTOS | PROGRAMAÇÃO POR SARA SILVA