Especialistas orientam famílias sobre como impor limites às crianças

31 maio 2016 | Postado por Casinha da Cys

Dizer “não” pode ser uma tarefa difícil para muitas pessoas, mas quando falamos em negar algo a uma criança, a missão parece ainda mais complicada. Muitos pais sofrem diariamente com o processo de aprendizado dos pequenos que não aceitam as negativas. Pensando na problemática, o Colégio CasaForte recebe, na próxima terça-feira (31), às 19h, a psicóloga e diretora administrativa do Centro de Pesquisa em Psicanálise e Linguagem (CPPL), Bruna Vaz, para a palestra “Amor e Limite: vamos conversar?”. 
Segundo a pedagoga e diretora do Colégio CasaForte, Betânia Ferreira, falta o estabelecimento de conversas diárias com as crianças. “Esses diálogos favorecem momentos de tentativas de fazer acordos, de programar atividades de lazer, de cumprimento de determinadas obrigações simples do dia a dia. Se não for habituada à aquisição dessas regras, a criança vai exigindo cada vez mais dos pais, e isso leva à dificuldade de eles passarem a não ter mais a noção de que educar é, inclusive, estabelecer limites”, explica. Para Betânia, a dificuldade de negar algo aos pequenos também se abriga na tendência de muitos pais em compensar sua ausência durante o dia: “O dia a dia atribulado dos pais muitas vezes sugere a necessidade de compensar as crianças pela ausência em períodos maiores durante o dia”.

De acordo com a palestrante, Bruna Vaz, é muito importante tratar sobre os limites na educação das crianças, pois a construção da noção de limite norteia tanto a rotina da criança, como baliza as suas relações com seu meio social. “Impor alguns limites aos filhos é mais do que dar alguns nãos. É o exercício da vivência diária em ajudá-lo na construção de uma empatia para com o meio à sua volta. Elas devem aprender a se colocar no lugar do outro, sejam pessoas, animais ou o próprio meio ambiente”, comenta a psicóloga. 
Uma das lições básicas na orientação aos pais é que eles sejam sempre modelos de bons exemplos para os filhos. “Como um filho pode aprender a respeitar, se tem pais que desrespeitam ou maltratam os outros?”, questiona Bruna Vaz, que é também psicoterapeuta de crianças, adolescentes e adultos. 
A dica é conversar mais com os pequenos, olhando nos olhos, e proporcionar momentos de interação e convivência entre os membros da família. Idas ao teatro, museus, espaços culturais, livrarias especializadas no universo infantil, passeios nos parques, caminhadas ao ar livre. Tudo isso será bem-vindo para uma relação mais saudável entre pais e filhos.


Texto informativo: Marília Monteiro.  
0 Comentários | Compartilhe este post | Marcadores:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
Colocamos sempre imagens para ilustrar nossas postagens, algumas imagens (fotos) são nossas, outras são dos locais que usamos como inspiração para nossos textos, mas que são creditados e há imagens também postadas aqui no blog de fontes diversas da Internet. Portanto, se alguma das imagens publicadas for de sua autoria e deseja que seja retirada ou que seja mencionada a fonte da imagem, entre em contato através do email: casinhacys@gmail.com, para que seja resolvida a questão da retirada da imagem ou publicado o nome do autor da imagem.
BLOG CASINHA DA CYS | TECNOLOGIA BLOGGER | COPYRIGHT (C) TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | DESIGN POR SUSAN SANTOS | PROGRAMAÇÃO POR SARA SILVA