Benefícios da banana para nossa saúde

29 abril 2014 | Postado por Casinha da Cys

Os carboidratos presentes na banana fornecem energia para o organismo realizar todas as suas funções. As fibras são um caso à parte. "As insolúveis auxiliam na regularização da função intestinal e as solúveis formam uma espécie de esponja, auxiliando no controle do colesterol, além de aumentar a sensação de saciedade", explica Patrícia Ramos, Coordenadora Serviço de Nutrição do Hospital Bandeirantes. O conhecido potássio padroniza o balanço de água no organismo e participa no mecanismo de contração e relaxamento dos músculos. O fósforo é muito importante na formação de ossos e dentes, intervindo também nas reações químicas em que se liberta energia. Já o magnésio é essencial para o corpo humano, participando em mais de 300 processos biológicos, incluindo a contração muscular. É ele quem evita a cãibra muscular, mantém um bom funcionamento dos músculos, nervos e densidade óssea. É por causa do magnésio que a fruta é tão apreciada por aquelas pessoas que fazem exercícios físicos.

Vitaminas
Na banana encontramos a vitamina A, essencial para o bom funcionamento dos olhos. "A falta desta vitamina pode gerar dificuldades de se enxergar em lugares com luz fraca, causar alterações oculares levando até mesmo à cegueira total", observa Patrícia, pontuando, ainda, sua importância para o crescimento e o desenvolvimento de crianças. Além disso, a vitamina A participa da defesa do organismo, pois ajuda a manter as mucosas úmidas e saudáveis.
O ácido fólico, uma vitamina do complexo B, é importantíssimo para a manutenção da saúde do ser humano. "A carência de ácido fólico pode causar quadros de diarreia, má absorção de nutrientes em nível gastrointestinal e, ainda, anemia", diz a especialista. Ele é, ainda, muito importante durante a gestação, pois colabora na diminuição dos problemas gestacionais em relação à formação do bebê.
E, ao contrário do que muita gente pensa, banana tem, sim, vitamina C. Ela estimula o sistema imunológico, promovendo maior resistência às infecções, aumenta a absorção do ferro proveniente de alimentos de origem vegetal como, por exemplo, feijão, espinafre e lentilha; auxilia no processo de cicatrização de feridas, sangramentos de gengivas e pequenos cortes. "Além disso, a vitamina C atua como antioxidante, neutralizando a ação dos radicais livres que desencadeiam o processo de envelhecimento precoce, desenvolvimento de câncer e doenças do coração", esclarece Patrícia.
A banana também possui um aminoácido chamado triptofano que é precursor da serotonina, que está relacionada à regulação dos processos bioquímicos de humor e sono. "O carboidrato da banana estimula o pâncreas a secretar insulina, hormônio sinalizador que faz tanto o carboidrato da fruta quanto os aminoácidos circulantes entrarem nas células. Porém, um aminoácido em particular permanece na corrente sanguínea: o triptofano. O consumo de carboidrato é fundamental para a entrada deste triptofano no cérebro", diz a nutricionista.

Cerca de 2% do triptofano presente na dieta é convertido em serotonina. Ela é sintetizada e armazenada nas células do trato gastrointestinal, neurônios, nos vasos sanguíneos e plaquetas. Segundo Patrícia, a serotonina tem função inibitória ou de estimulação, no trato gastrointestinal controla as respostas de náuseas, vômitos, secreção intestinal e peristalse. No cérebro, ela tem função de regular o sono, o apetite, humor, memória, temperatura corporal, atividade motora.
Muda a banana mas não mudam os benefícios. Entre os tipos de bananas mais consumidos no Brasil há pouca diferença em relação aos nutrientes. "A banana maçã é a que possui um teor maior de fibras e proteínas com um teor menor de carboidratos e menor valor calórico: 87 Kcal em 100 gramas. A banana da terra é a mais calórica com 128 Kcal em 100 gramas", observa a especialista.

Quase todo mundo pode se deliciar com a banana.
A contraindicação, segundo Patrícia, fica por conta daqueles com doenças que exigem restrição de potássio na alimentação. Por ser uma fruta com elevado nível glicêmico e que faz o corpo produzir insulina, deve ser usada com cuidado também pelos diabéticos. Outro grupo que precisa consumir a banana com moderação são os obesos: cada unidade da banana tem quantidade elevada de calorias em relação a outras frutas. Para os que fazem dieta para emagrecer, porém, ela pode ser uma aliada pois suas fibras aumentam a sensação de saciedade e ajudam a dar uma segurada na fome.
Se você não se encaixa em nenhum desses grupos, saiba: a banana está liberada! "A pirâmide alimentar brasileira recomenda o consumo de três porções de frutas variadas ao dia. Pode-se consumir a banana como uma porção das três recomendadas. Não é indicado consumir somente a banana, pois temos que variar as frutas, já que são ricas em vários nutrientes", aconselha Patrícia. E uma boa notícia para quem está parando de fumar: a banana é uma excelente aliada nesse período. As vitaminas B6 e B12, o potássio e o magnésio presentes na fruta ajudam o corpo a recuperar dos efeitos da falta de nicotina. Mas nada de exagerar. Em todos os casos, os especialistas orientam a inclusão de, no máximo, duas bananas por dia no cardápio.

Verde pode? Pode!
Que madura, que nada! A melhor forma para consumir a banana é ainda verde! Assim é considerada um alimento funcional e, quando cozida, apresenta alto conteúdo de amido resistente presente na polpa da fruta.
Os benefícios do amido resistente são bastante similares aos da fibra alimentar. "Ele não é digerido e absorvido no intestino delgado, podendo ser fermentado no intestino grosso, produzindo substâncias que servem como fonte de energia para a produção das bactérias benéficas do nosso intestino. Além disso, ajuda a manter a integridade da mucosa do nosso intestino, que é responsável pela absorção adequada dos nutrientes e pela barreira da entrada de substâncias maléficas", explica a nutricionista. Isso quer dizer que o consumo de banana verde auxilia no trânsito intestinal adequado, pode ajudar tanto prevenindo quanto tratando quadros como diarreia e constipação, além de prevenir o desenvolvimento de doenças como o câncer de intestino.
Ao contrário da banana madura, a banana verde possui baixo índice glicêmico, ou seja, sua digestão e absorção são mais lentas. Assim, a quantidade de glicose liberada no sangue ocorre gradativamente, mantendo seus níveis controlados no sangue e reduzindo a necessidade de liberação de insulina para que essa glicose entre na célula. Isso contribui para a prevenção do diabetes. O amido resistente também aumenta a saciedade e auxilia na redução do acúmulo de gordura corporal.
Achou estranho comer a fruta verde? Tem razão! A ingestão da tal banana verde se dá através de farinha ou pasta, produtos que já existem no mercado. O preparo pode ser adicionado a sucos, vitaminas, bolos, tortas, pães, massas, sopas, entre outras opções. E não precisa fazer cara feia: nem a farinha e nem a pasta deixam gosto residual, portanto, não alteram o sabor dos outros alimentos. Mas, antes de sair por aí procurando o produto, consulte um profissional especializado.
Entretanto, se você não quer se aventurar com a banana verde, procure aquelas com casca bem amarelinha. Para conservá-la é recomendável um lugar fresco e bem arejado.


______________________
Fonte do texto: MulherYahoo



 #banana #bananafazbem #saude
0 Comentários | Compartilhe este post | Marcadores:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
Colocamos sempre imagens para ilustrar nossas postagens, algumas imagens (fotos) são nossas, outras são dos locais que usamos como inspiração para nossos textos, mas que são creditados e há imagens também postadas aqui no blog de fontes diversas da Internet. Portanto, se alguma das imagens publicadas for de sua autoria e deseja que seja retirada ou que seja mencionada a fonte da imagem, entre em contato através do email: casinhacys@gmail.com, para que seja resolvida a questão da retirada da imagem ou publicado o nome do autor da imagem.
BLOG CASINHA DA CYS | TECNOLOGIA BLOGGER | COPYRIGHT (C) TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | DESIGN POR SUSAN SANTOS | PROGRAMAÇÃO POR SARA SILVA